Segunda-feira, 12 de Junho de 2006

 Lembram-se daquela Mrs.Rose Parks, activista dos direitos humanos, que se recusou a levantar do seu lugar no autocarro por ser de outra raça? Pois foi, desta vez o escandalo gerou-se no seio da sociedade das betas. A situação foi a seguinte: uma beta deslocou-se com outra beta a uma loja denominada Berska que é uma das lojas que consta na lista oficial de lojas a frequentar por betas, no entanto a tal beta preparava-se para sair da loja sem comprar qualquer artigo por afirmar que não era suficiente foleiro e mesmo após a insistencia da amiga continuo sem comprar qualquer artigo saindo mesmo da loja sem qualquer compra, a notícia espalhou-se e será julgada no tribunal da "betice" para ver de quem é a culpa, se da loja, se da rapariga, ou seja, se a culpa for da rapariga, será-lhe de imediato tirado a alcunha de beta e expulsa desse mundo ao qual muitos quereem entrar (e tentam), sem qualquer sucesso, se por outro lado a culpa for mesmo da loja, esta será retirada da lista de lojas betas e passará a constar numa lista de lojas á qual se limitaam a ir pessoas reles e sem qualquer sentido de moda.

 Ficamos á espera de qual será a decisão do tribunal do mundo beto para esta situação.

publicado por Mafalda às 22:28

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2006
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


comentários recentes
Tudo o que envolve o nome de Ronaldo é noticia, en...
Foda-se, que larilas!
A segunda foto sou eu quando fico uns dias sem ir ...
A tua rua é muito triste!!!!
Eu acho que com este post também estás a tentar (d...
E eu a pensar que era das maiores fãs da novela. d...
Sim, tens razão... não foi dos mais bem conseguido...
que graça . ah espera esqueci de rir , q sem graça...
VAI MAF!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Não. Porque seria? Por ser em espanhol?
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro